Cultivo da Babosa     Aloe Vera     Plantio da Babosa     Aloe Vera     Cultivo da Babosa
    
BABOSA-Aloe Vera:

Informações:

CULTIVO DA BABOSA:
CULTIVO DA BABOSA-Aloe Vera:

Nas páginas anteriores vimos muitas coisas surpreendentes sobre a Babosa, Aloe Vera, agora vamos às dicas de cultivo da Babosa.

O solo preferido é arenoso e areno-argiloso, drenado e permeável, não ácido, portanto o mínimo de matéria orgânica, ou equilibrada com dose de potássio, cálcio, fósforo e magnésio, que são nutrientes minerais.

O cultivo da Babosa deve ser em lugar de pleno sol, pois é característica de climas tropicais e subtropicais. Proteger de geadas e ventos frios utilizando-se quebra-ventos.

Para propagação o mais utilizado são os perfilhos que nascem ao redor da planta-mãe (com a espécie Aloe Vera), e pelos rizomas (com a espécie Aloe saponaria). No caso de perfilhos, estes são separados e cultivados em separado (viveiros) para enraizarem o bastante até se tornarem fortes.

O plantio deverá ser feito no outono ou na chegada da primavera, em linhas distanciadas entre si de 80 a 1 centímetros, conservando 50 cm (espécie Aloe saponaria) a 70 cm (espécie Aloe Vera). Utilizar covas rasas em solo previamente preparado.

O cultivo da Babosa não requer muitos tratos culturais, bastando evitar a concorrência de ervas daninhas, manutenção de cobertura morta no inverno e o controle de insetos, como a formiga e cupins principalmente. Irrigar somente no plantio e períodos de seca.

Caso ocorram doenças de origem bacteriana ou fúngica, estas devem ser eliminadas da cultura.
A colheita da Babosa é feita após 1 ano de cultivo, que consiste em retirar as folhas inferiores maiores, junto ao tronco, com faca afiada e limpa. As folhas são levadas imediatamente para a extração da mucilagem.



Não tome ou use qualquer medicamento, mesmo que natural, sem antes consultar um médico.

Veja também:  Propriedades da Babosa   Benefícios da Babosa   Cápsulas de Babosa


Subir

PARA VOLTAR Á PÁGINA PRINCIPAL:  Frutas do Brasil